Pages

Tuesday, November 08, 2011

Tintim, um "herói católico"


A aventuras de Tintim, fizeram parte do meu imaginário juvenil, mas nunca o tinha considerado um "herói católico, como mencionado no jornal do Vaticano, L’Osservatore Romano’.

"O repórter criado em 1929 pelo belga Georges Prosper Remi (1907-1983), conhecido por Hergé, «é um cavaleiro ocidental dos tempos modernos e um coração sem mácula», defende o escritor francês Dennis Tillinac no “Dictionnaire amoreux du catholicisme”, em entrada que o jornal reproduz integralmente.
De acordo com o autor, Tintin não é um católico que possa ser identificado como tal, uma vez que nunca reza perante a ameaça da morte e nunca aparece numa igreja.

(...)
«Apesar disso, Tintin é um herói do catolicismo, impregnado dos ideais dos escuteiros, que tiveram grande importância na formação de Hergé como demonstram as suas primeiras histórias», refere Tillinac.

Antonio Carriero alude aos «valores profundos» do personagem, que o criador aprendeu «através de uma educação católica e do escutismo: lealdade, fraternidade, amizade e disponibilidade para os mais débeis e necessitados».

No comments: